Vista de moradia com jardim

Um projecto de jardim para moradia, como qualquer outro projecto de arquitetura paisagista, requer conhecimentos técnicos aprofundados, e um entendimento do conceito de jardim a níveis profundos: é muito mais do que uma simples escolha de plantas.

O planeamento da organização do espaço e da circulação, a atribuição de áreas com funcionalidades que satisfazem os requisitos de cada família, a escolha e conjugação dos materiais, texturas, cores, épocas de floração e volumes, são alguns dos aspectos que determinam se o jardim será um comum espaço plantado ou um local exímio, harmonioso, equilibrado, onde a estética e a funcionalidade se encontram originando um pequeno paraíso de vida.

 

O projecto de jardim para moradia

 

As áreas e as funções

Equilíbrio entre áreas, as suas dimensões e as suas funções – a base do sucesso de um jardim adequado à utilização esperada pelos seus proprietários reside na harmonia da distribuição espacial da sua estrutura. Elementos como alamedas, caminhos, prados, mix-borders, canteiros floridos, bosquetes, pátios, entre outros, possuem funções diferenciadas que deverão estar equilibradas no todo que é o jardim.

A adequação da relação entre a dimensão de cada um destes espaços, a sua localização e as ligações que estabelecem entre si, determinam em absoluto se o jardim será um espaço agradável, equilibrado, que convida à experiência. Este é o tipo de conhecimento que permite aos arquitectos paisagistas desenhar autênticas obras de arte vivas.

 

As cores, aromas, texturas e épocas de floração

Jardim com árvores e água

God is in the detail”. A frase de Mies Van Der Rohe retrata a importância de pensar o detalhe, e dar-lhe espaço para ser perceptível e apreciado. Um jardim, nomeadamente quando de pequena dimensão, vive de detalhes e do equilíbrio entre a simplicidade e apuramento do pormenor. Este pormenor está na textura e cor dos materiais escolhidos, na madeira, no aço, na pedra… na textura e cor da vegetação utilizada, e na forma como é combinado todo o conjunto.

Prever como a distribuição das cores da folhagem e floração varia ao longo do ano é o segredo para elevar o interesse da dinâmica sazonal, garantindo que o espaço está no seu expoente ao longo de todo o ano. Cabe ainda ao projectista desenhar conhecendo os aromas das plantas, prevendo os sons que os elementos de água irão produzir, e a sensação que o toque dos materiais proporciona – um jardim é um espaço de estimulação de todos os sentidos.

 

A manutenção

Jardim vertical - vista superior

Não existem jardins sem manutenção. A natureza da sua composição, maioritariamente constituída por material vivo, em constante crescimento e alteração, requere um conhecimento preciso no seu planeamento de forma a adequar as necessidades de manutenção futuras à disponibilidade de jardineiros e orçamento previsto.

A redução do valor ou mão-de-obra que ficarão destinados à manutenção pode ser conseguida com a devida escolha de materiais, plantas, e estratégias de plantação. Este ponto dita o futuro do jardim: quando a manutenção exige mais mão-de-obra ou orçamento do que está disponível, o resultado será um jardim desleixado, pouco funcional. Em contrapartida, quando esta relação é equilibrada, o jardim transmite esse equilíbrio, tornando-se um espaço convidativo e agradável.

Pensar no reaproveitamento da água e num sistema de rega optimizado, é crucial para a redução da manutenção, aumento do crescimento das plantas e redução da incidência de pragas e doenças. A gestão eficiente da água permite ainda tirar proveito deste bem precioso para a criação de lagos, espelhos de água, cascatas, jactos e outros elementos que em muito valorizam o jardim.

O equilibrio entre a arquitectura, o paisagismo e a jardinagem é fundamental! O arquiteto paisagista possui conhecimentos profundos acerca das necessidades das plantas, e ao introduzir este conhecimento no planeamento do jardim, optimiza a manutenção necessária para um balanço adequado entre estética, funcionalidade e custos para ter o jardim na sua moradia que sempre sonhou.